Os melhores conteúdos para a gestão empresarial

Conjuntura Econômica, Economia, Gestão Estratégica, Seminário

O que Esperar de 2019

15 de outubro de 2018

É crucial para as empresas dimensionar o ritmo da retomada econômica em 2019. Após uma profunda recessão, a economia assumiu um crescimento excessivamente lento.

Superadas as incertezas sobre a nova composição do Congresso Nacional e sobre os candidatos que estarão no segundo turno, os fundamentos da economia e diferentes cenários de política econômica e de governabilidade precisam ser analisados.

As contas externas, as reservas cambiais, a taxa básica de juros e a inflação estão sob controle. Este conjunto de fundamentos favorece um melhor desempenho da economia. Existe quase um consenso de que o próximo presidente, seja quem for, buscará encaminhar soluções para a situação fiscal. Resta saber qual é o mínimo de sucesso na área fiscal que será necessário para o resgate da confiança dos mercados e para a aceleração do crescimento econômico.

Participe deste Seminário InterNews para melhor avaliar o ritmo da retomada da economia em 2019. 

  • O PIB poderá crescer mais de 2,5% no ano que vem?
  • Haverá medidas de ajuste fiscal capaz de resgatar a confiança dos mercados?
  • Os fundamentos monetários e cambiais manterão a inflação e taxa do dólar sob controle?
  • O ritmo do crescimento poderá acelerar no decorrer de 2019?
  • Qual a probabilidade de aprovação de uma Reforma Previdenciária relevante?
  • Qual o risco de fatores externos inibirem a retomada no Brasil?

Conferencistas

Ana Paula Vescovi
Secretária Executiva do Ministério da Fazenda, foi Secretária do Tesouro Nacional. Ex-assessora de Economia no Senado Federal e ex-Secretária de Estado da Fazenda do Estado do Espírito Santo. Mestre em Economia do Setor Público (UNB) e em Administração Pública pela FGV.

Zeina Latif
Economista-chefe da XP Investimentos. Doutora em Economia pela USP. Atuou no Royal Bank of Scotland, ING, Banco Real e HSBC Asset. Membro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social do Governo Federal

Armando Castelar
Coordenador de Economia Aplicada do IBRE/FGV-RJ e professor adjunto do Instituto de Economia da UFRJ. Foi professor de pós-graduação da PUC-Rio e da EPGE da FGV-RJ. Ph.D. em Economia pela Universidade da Califórnia, Berkeley

Roberto Padovani
Economista–chefe do Banco Votorantim. Mestre em Economia pela FGV-SP. Foi assessor do Ministério da Fazenda durante o Plano Real, sócio da consultoria Tendências e economista para América Latina do Banco WestLB

Participe deste Seminário InterNews para melhor orientar as suas decisões empresariais