Fim da unanimidade no Confaz aumentará guerra fiscal, diz Ives Gandra - InterNews - Os melhores conteúdos para a gestão empresarial
Os melhores conteúdos para a gestão empresarial

Blog

Fim da unanimidade no Confaz aumentará guerra fiscal, diz Ives Gandra

Comentários desativados em Fim da unanimidade no Confaz aumentará guerra fiscal, diz Ives Gandra

Postado em 06/06/14 - 10:06

A guerra fiscal será agravada, em vez de resolvida, caso seja aprovada a Emenda Substitutiva ao Projeto de Lei Complementar 130/2014, que está na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. A afirmação foi feita nesta quarta-feira (28/5) pelo advogado Ives Gandra da Silva Martins (foto), em conferência gravada para o Seminário InterNews “Guerra Fiscal: Os Riscos da Súmula Vinculante para as Empresas”, que ocorre no próximo dia 9 de junho em São Paulo.

Para o tributarista, o fim da exigência de unanimidade para a aprovação, pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), de programas estaduais de incentivo de ICMS, como propõe o substitutivo do PLS 130, aumentaria as disputas no órgão, levando alguns estados que hoje participam pouco da guerra fiscal a buscarem a aprovação de novos programas de incentivo.

O substitutivo, de autoria do senador Luiz Henrique (PMDB-SC), revoga a exigência de unanimidade no Conselho e permite a convalidação de programas de incentivos fiscais já existentes com 3/5 dos votos das unidades da Federação e 1/3 de votos das unidades em cada região do país.

Por falta de quórum, a CAE não apreciou o substitutivo na última terça-feira (27/5). O texto foi apresentado pelo senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) e adotado com pequenas modificações pelo senador Luiz Henrique, relator da CAE.

A grande maioria dos programas de incentivo fiscal estaduais de ICMS em vigor não foram aprovados pelo Confaz e são considerados inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal. A corte estuda a edição de uma Súmula Vinculante a respeito. O procurador-geral da República, Rodrigo Janot (foto), no último dia 31 de março, recomendou a imediata aprovação da súmula pelo Plenário do STF, sem modulação de efeitos. Posteriormente, Ricardo Ferraço apresentou o substitutivo ao PLS 130.

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo, falará sobre a proposta de súmula e as possibilidades de modulação de seus efeitos no painel de abertura do seminário da InterNews. O tributarista Hamilton Dias de Souza, que defende o substitutivo como solução para a guerra fiscal, também será conferencista. Os senadores Luiz Henrique e Ricardo Ferraço gravarão suas conferências em Brasília, e elas serão apresentadas no evento.

O Seminário InterNews “Guerra Fiscal: Os Riscos da Súmula Vinculante para as Empresas” contará ainda com palestras do coordenador do Confaz, José Barroso Tostes Neto; do secretário da Fazenda do estado de São Paulo, Andrea Calabi; e do advogado e sócio do escritório Mattos Filho, Veiga Filho, Marrey Jr e Quiroga Advogados, Marcos Joaquim Gonçalves Alves. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (11) 3751-3430.

Matéria publicada na revista Consultor Jurídico em 30 de maio de 2014

Postado em Blog

Comentários!

Comentários fechados!